Não é apenas Vade Mecum e os  livros exclusivamente jurídicos  que precisam estar nas prateleiras da biblioteca de um profissional do Direito.

Afinal, empreender na advocacia requer aperfeiçoamento do advogado em gestão, produtividade, marketing pessoal, gestão de problemas e relacionamento com funcionários, juízes e clientes.

Pensando nisso, nós elaboramos uma lista com 5 livros que todo advogado deveria ler. Quer saber quais são eles? Então continue a leitura e confira agora mesmo!

TED Talks: o guia oficial do TED para falar em público, de Chris Anderson #1

    

 TED é a sigla em inglês para Technology, Entertainment e Design. Trata-se de um conjunto de palestras sobre essas temáticas, realizadas por profissionais de diversas áreas, em diversos países do globo.

Este não é um livro jurídico, mas uma obra que auxiliará muito o advogado em audiências audiências, palestras e no relacionamento com clientes. Por isso ingressou em nossa lista dos 5 livros que todo advogado deveria ler.

Chris Anderson assumiu o comando do TED no ano de 2001 e desde então percebeu diversos macetes adotados pelos palestrantes para falar em público.

Assim, Chris escreveu um livro reunindo diversas dicas de preparação, dicção e oratória.

Falar em público é uma habilidade essencial que pode ser dominada, levando a numerosas oportunidades para compartilhar suas paixões e ideias com outras pessoas.

Desenvolva de maneira cuidadosa sua ideia, para que sua palestra siga uma linha do tempo, mantendo tudo que você compartilha conectado. Use ferramentas para conectar, envolver e persuadir sua audiência.

Planeje os detalhes de cada parte de sua apresentação para que aconteça de maneira natural e leve, e exponha sua linha do tempo usando sua aparência, voz, imagens e demonstrações de maneira apropriada.

Pratique com diversas pessoas e incorpore o feedback que receber delas em uma apresentação memorável

Veja uma das melhores apresentações do TED aqui, é bem rápido pode mudar sua percepção sobre o tema.


Como uma das atribuições do advogado é falar em público, seja nos tribunais ou em apresentações e palestras, ler essa obra pode ser de fundamental importância.

Mindset: a nova psicologia do sucesso, de Carol S. Dweck #2

Carol S. Dweck é uma psicóloga especialista em motivação e psicologia da personalidade.

Ela pesquisou a mente humana por mais de 20 anos, tentando entender porque algumas pessoas fazem sucesso, alcançando os resultados que almejam, e outras não.

Este é mais um entre os 5 livros que todo advogado deveria ler.

Nessa obra, Dweck discorre sobre como os profissionais podem programar a mente para que alcancem o sucesso tanto na vida pessoal como no ambiente de trabalho.

As atitudes mentais que adotamos são o centro do que fazemos, pensamos e sentimos todos os dias. Entender que a atitude mental progressiva conduz ao sucesso e auto-aperfeiçoamento, enquanto a atitude mental fixa te impede de crescer, pode ajudar a controlar seu desenvolvimento e felicidade.

Você tem a habilidade de mudar e nada é fixo, a menos que você faça ser.

Você pode mudar de um estado em que teme o fracasso para um estado em que cria novas experiências e descobre um novo jeito de pensar sobre cada experiência em sua vida. Pode também usar esse novo conhecimento para dar poder às pessoas que ama e encorajá-las a progredir.

Atitudes mentais são aplicadas tanto pessoalmente como profissionalmente. Quando você realmente pensar sobre isso, descobrirá que pode usar a atitude mental progressiva para mudar tudo em sua vida para melhor.

Uma excelente pedida, não é mesmo?

 O sol é para todos, de Harper Lee #3

Se você é fã de literatura, certamente gostará de ler O sol é para todos, um grande clássico mundial escrito por Harper Lee.

A obra narra a história de um competente advogado americano que assume a defesa de um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca, na década de 1930.

O advogado precisa não apenas mostrar que seu cliente é inocente, mas também lidar com a comunidade racista, que baseava seu julgamento na cor da pele do acusado e não nos fatos envolvendo o suposto crime cometido.

Produtividade para quem quer tempo, Geronimo Theml  #4

Você já planejou suas metas no início do ano e com o passar do tempo não conseguiu cumpri-las?

Ou já planejou as tarefas da semana, mas se sentiu totalmente desmotivado e improdutivo?

Isso acontece com muita gente!

O maior problema da falta de produtividade é aquele sentimento de ansiedade, de que não estamos caminhando para nosso objetivo final.

Você já parou para pensar em seus ciclos diários e se sentiu paralisado só de pensar em tudo que precisa fazer?

Atualmente recebemos uma carga muito grande de informação, tão grande que não conseguimos lidar com todas elas e nem fazer tudo que precisamos.

E se queremos exercer todos os papéis que definimos para nossa vida, precisamos aprender a analisar as situações de maneira diferenciada.

Esqueça os ciclos diários, pense em sua vida em ciclos semanais – você pode utilizar o número de semanas do ano como referência de tempo.

Mesmo pensando em ciclos semanais, ainda será impossível cuidar de todos os papéis nesse período de tempo; e não há problema nenhum nisso.

Seu objetivo deve ser manter seus papéis equilibrados, desenvolvendo-os toda semana.

Pense que, em cada semana, você deve se concentrar exclusivamente em três papeis da sua vida.

Separe um dia da semana para criar seu ciclo semanal; se sente em um local agradável e pegue a caneta e papel.

Você vai precisar definir os três papéis que exercerá naquela semana – e suas respectivas tarefas; e também algumas tarefas que não estão ligadas a nenhum dos três, mas que precisam ser executadas.

Por fim, para conseguir montar o quebra-cabeça certo em sua vida, existem quatro regras:

*Alinhe seu propósito, missão e valores com a grande fotografia.

*Inclua os quatro elementos essenciais da felicidade em sua fotografia.

*Seja específico e concreto ao pensar na fotografia do quebra-cabeça.

*Defina um tempo para montar e completar sua fotografia.

Como fazer amigos e influenciar pessoas, de Dale Carnegie #5

 

Essa obra, escrita por Dale Carnegie, oferece ensinamentos sobre como um profissional pode ser mais bem sucedido nos seus relacionamentos interpessoais. E está entre os melhores livros que todo advogado deveria ler.

Para os profissionais do Direito, essa leitura pode ser interessante, já que influenciar pessoas é algo que faz parte de seu leque de atividades profissionais.

Dale Carnegie é um mestre na arte de lidar com pessoas e este livro é obrigatório para quem busca desenvolver sua habilidade de ter relacionamentos melhores.

É inocente pensar que apenas implementando estas técnicas irá sempre atingir os resultados que busca, mas os princípios de Carnegie funcionam na maioria das vezes, além de tornarem você uma pessoa melhor.

Com a prática, estes princípios passam a fazer parte do seu dia a dia e você se tornará cada vez melhor em entender, lidar e influenciar as pessoas que fazem parte da sua vida.

Agora que você já conhece os livros que todo advogado deveria ler, que tal compartilhar esse artigo nas suas redes sociais para que seus colegas também tenham acesso a ele? Assim, vocês podem trocar mais sugestões!

Deixe seu comentário e indicações de boas obras!

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.